segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Tu...que não conheço!

Não te conheço e...era...um passo perfeito, na direcção certa, no tempo indicado...e serias perfeita! Mas perfeita não te quero! Odeio a perfeição que leva à crítica, ao exagero, à exigência... Vivo, sem nada a demonstrar que não a mim próprio! Vive assim e...quem sabe, num passo imperfeito, na direcção errada e no tempo perdido...serás minha...

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar